h1, h2, h3, h4, h5, h6 { font-weight: bold; } h1 { font-size: 1.25em; line-height: 1.4em; } h2 { font-size: 1.125em; } h3 { font-size: 1.05em; } h4, h5, h6 { font-size: 1em; margin: 1em 0; } h1.title { text-align: start; -webkit-hyphens: manual; margin-bottom: 1em; } .title { display: none; } :nth-child(1 of .page) .title { display: block; } .page { text-align: start; word-wrap: break-word; } .page.rtl { direction: rtl; } a { color: rgb(65, 110, 210); text-decoration: none; } #article { text-rendering: optimizeLegibility; } #article * { /* Scale down anything larger than our view. Max-width maintains aspect ratios on images. */ max-width: 100%; } #article img { /* By default, images are centered on their own line. */ margin: 0.5em auto; display: block; height: auto; } #article img.reader-image-tiny { display: inline; margin: 0; } #article .leading-image, figure, .auxiliary { margin-bottom: .25em; } #article .leading-image img { margin: auto; display: block; clear: both; } #article .leading-image .credit { margin: 0; text-align: right; } #article .leading-image .caption, #article .leading-image .credit, #article figcaption, #article .auxiliary figcaption { font-size: 0.75em; line-height: 1.5em; margin-top: 1em; width: 100%; } #article .leading-image .credit + .caption { margin-top: 0.1em; } #article .auxiliary { display: block; clear: both; font-size: 0.75em; line-height: 1.4em; text-align: start; } #article .auxiliary > * { -webkit-margin-start: 0; } #article .auxiliary img, #article .auxiliary > *:first-child { margin: 0; } /* If the element immediately after an image is inline, it might bump up against the image. */ #article .auxiliary img + * { display: block; } #article .auxiliary figcaption { font-size: 100%; } #article .auxiliary * { margin-top: 0.5em; margin-bottom: 0.5em; } #article .float.left { float: left; margin-right: 20px; } #article .float.right { float: right; margin-left: 20px; } #article .clear { clear: both; } #article ul.list-style-type-none, #article ol.list-style-type-none, #article .list-style-type-none > li { list-style-type: none; -webkit-padding-start: 0; } #article .page div.scrollable { overflow-x: scroll; word-wrap: normal; } #article .page div.scrollable table { max-width: none; } #article .large-element { max-width: 100%; height: auto; } #article .leading-image, #article figure, #article .auxiliary { font-family: -apple-system-font; } body #article .leading-image, body #article figure, body #article .auxiliary { color: rgba(0, 0, 0, 0.65); } figure { margin: 0; } hr { background: rgba(0, 0, 0, 0.2); height: 1px; border: 0; } pre { font-size: 0.93em; line-height: 1.5em; } blockquote { color: rgba(0, 0, 0, 0.65); margin-left: 2px; margin-right: 6px; padding-left: 16px; } blockquote:not(.simple) { border-left: 3px solid rgba(0, 0, 0, 0.1); } /* Collapse excess whitespace. */ .page p > p:empty, .page div > p:empty, .page p > div:empty, .page div > div:empty, .page p + br, .page p > br:only-child, .page div > br:only-child, .page img + br { display: none; } .page table { font-size: 0.9em; text-align: start; word-wrap: break-word; border-collapse: collapse; } .page table td, .page table th { padding: 0.25em 0.5em; border: 1px solid rgb(216, 216, 216); } .page table th { background-color: rgba(0, 0, 0, 0.025); } .page sup, .page sub { line-height: 1; font-size: 0.75em; } .hidden { display: none; } /* Fonts */ body.system { font-family: -apple-system-font; } body.athelas { font-family: Athelas; } body.charter { font-family: Charter; } body.georgia { font-family: Georgia; } body.iowan { font-family: ‘Iowan Old Style’; } body.palatino { font-family: Palatino; } body.seravek { font-family: Seravek; } body.times { font-family: ‘Times New Roman’; } body.yugothic { font-family: ‘YuGothic’; } body.yumincho { font-family: ‘YuMincho’; } body.hiraginokaku { font-family: ‘Hiragino Kaku Gothic ProN’; } body.hiraginomincho { font-family: ‘Hiragino Mincho ProN’; } body.hiraginomaru { font-family: ‘Hiragino Maru Gothic ProN’; } body.heitisc { font-family: ‘Heiti SC’; } body.songtisc { font-family: ‘Songti SC’; } body.kaitisc { font-family: ‘Kaiti SC’; } body.yuantisc { font-family: ‘Yuanti SC’; } body.heititc { font-family: ‘Heiti TC’; } body.songtitc { font-family: ‘Songti TC’; } body.kaititc { font-family: ‘Kaiti TC’; } body.applesdgothicneo { font-family: ‘Apple SD Gothic Neo’; } body.nanumgothic { font-family: ‘NanumGothic’; } body.nanummyeongjo { font-family: ‘NanumMyeongjo’; } body.khmer { font-family: ‘Khmer MN’; } body.khmersangnam { font-family: ‘Khmer Sangnam MN’; } body.lao { font-family: ‘Lao MN’; } body.laosangnam { font-family: ‘LaoSangnam MN’; } body.thonburi { font-family: ‘Thonburi’; } body.kailasa { font-family: ‘Kailasa’; } body.geezapro { font-family: ‘Geeza Pro’; } body.kefa { font-family: ‘Kefa’ } body.arialhebrew { font-family: ‘Arial Hebrew’ } body.mshtakan { font-family: ‘Mshtakan’ } body.plantagenetcherokee { font-family: ‘Plantagenet Cherokee’ } body.euphemiaucas { font-family: ‘Euphemia UCAS’ } body.bangla { font-family: ‘Bangla Sangam MN’ } body.gujarati { font-family: ‘Gujarati Sangam MN’ } body.gurmukhi { font-family: ‘Gurmukhi MN’ } body.devanagari { font-family: ‘Devanagari Sangam MN’ } body.kannada { font-family: ‘Kannada Sangam MN’ } body.malayalam { font-family: ‘Malayalam Sangam MN’ } body.oriya { font-family: ‘Oriya Sangam MN’ } body.sinhala { font-family: ‘Sinhala Sangam MN’ } body.inaimathi { font-family: ‘InaiMathi’ } body.tamil { font-family: ‘Tamil Sangam MN’ } body.telugu { font-family: ‘Telugu Sangam MN’ } @media print { body { margin: 2mm 9mm; line-height: 1.5em; font-family: -apple-system-font; } .original-url { display: none; } a { text-decoration: underline; } } Notícia: Telegram x WhatsApp: qual é o melhor?

Olha aí uma boa avaliação…

Telegram x WhatsApp: qual é o melhor?

Lançado em 2013, o aplicativo de mensagens privadas Telegram anunciou nesta terça-feira, 23, ter alcançado a marca de 100 milhões de usuários ativos mensais. Ainda está bem abaixo de seu principal rival, o WhatsApp, que conta com mais de 900 milhões de usuários ativos mensais, mas parece estar no caminho certo.

Afinal de contas, muitos usuários acreditam que o Telegram possui mais recursos e é uma alternativa mais eficiente ao app de mensagens pertencente ao Facebook. Mas será que o WhatsApp está apenas colhendo os frutos de sua popularidade ou é mesmo um serviço mais completo? Testamos e comparamos os dois aplicativos e mostramos o resultado para você.

Visual

Talvez seja o elemento menos importante em uma avaliação de um aplicativo – e também o mais subjetivo -, mas nem por isso é totalmente sem valor. Para novos usuários, o Telegram de fato refresca o olhar de quem há anos se acostumou com os tons esverdeados do WhatsApp. Mas, com o tempo de uso, as cores frias e padronizadas do Telegram também podem parecer monótonas.

O WhatsApp possui uma identidade visual independente e original, enquanto o Telegram aposta na simplicidade de seu serviço e economiza no design, tornando-o quase genérico. Neste ponto, o app do Facebook se sai melhor, pelos detalhes na interface e em toda a estrutura do chamado “UX” (“user experience”).

Reprodução

Performance

Sem dúvida, o Telegram se sai melhor nesse quesito. Arquitetado “na nuvem”, todos os arquivos e dados das conversas são armazenados em servidores em rede, ocupando, assim, menos espaço na memória interna do smartphone. Ao contrário do WhatsApp, que registra tudo localmente. Isso torna o Telegram bem mais rápido e leve do que o concorrente.

Além disso, o app possui código aberto, permitindo que desenvolvedores do mundo todo criem novas ferramentas e recursos para o programa. Embora o WhatsApp também seja rápido e eficiente, seu consumo de memória RAM é maior e usá-lo simultaneamente a outros apps pode causar travamentos, dependendo do smartphone e sistema operacional.

Recursos

É por pouco, mas essa é mais uma vitória do Telegram. As limitações do WhatsApp em termos de recursos são nítidas. Embora o app tenha se empenhado em adicionar novas funções à experiência do usuário, o rival está muito a sua frente com opções como a de adicionar stickers à conversa, reproduzir animações em formato GIF e criar canais de comunicação em massa.

Reprodução

Por outro lado, o WhatsApp oferece chamadas por áudio gratuitas, mas limitações como a velocidade da internet dos participantes comprometem a qualidade das conversas. Ao economizar nos recursos do chat em texto, o aplicativo perde espaço justamente no que motivou os usuários a usá-lo em primeiro lugar.

Segurança

Mais um quesito equilibrado, porém vencido pelo Telegram. O aplicativo traz diversos recursos que garantem a integridade dos dados do usuário, como o armazenamento em nuvem nativo, a opção de determinar um prazo para que as mensagens sejam apagadas e criar chats criptografados. Tudo isso além do fato de que o Telegram não está nas mãos de uma empresa global como o Facebook.

O WhatsApp, porém, garante que não compartilha as informações do usuário com qualquer outro serviço. Por armazenar os dados no próprio smartphone, o app também se mantém longe das suas conversas e sem qualquer acesso a elas. No entanto, a política de respeito à privacidade não é o bastante para competir com recursos sólidos de proteção como os do Telegram.

Conclusão

Reprodução

Fica claro nesta avaliação que, nos mais diversos quesitos, o Telegram é mais eficiente do que o rival. Tudo isso, porém, perde valor frente a um pequeno detalhe: a popularidade do WhatsApp. Afinal, não adianta muito ter à disposição um aplicativo melhor e não ter com quem realizar suas conversas. Para o bem ou para o mal, o app do Facebook ainda é o mais adotado em todo o Brasil.

Com uma base de usuários maior e mais sólida, o Telegram teria todos os recursos para destronar o rival e tornar-se o app de mensagens mais usado do Brasil – posto que não lhe seria um exagero. O WhatsApp não é um programa ruim (longe disso!), mas certamente poderia pegar algumas dicas com o concorrente e, assim, melhorar ainda mais a experiência de seus milhões de usuários.

Enviado do meu iPhone

from Blogger http://ift.tt/1oG8b5s
via IFTTT

Anúncios

Sobre avisara

Acredito que vocês gostarão de acompanhar o que divulgo no  Blog e  pagina do Facebook mantido por mim desde 2009. Nossas publicações são dos mais variados assuntos e tem como principais objetivos:     🎯 Compartilhar conhecimento como uma atividade natural e fisiológica.   🎯 Conectar quem tem conhecimento com quem necessita ter e transformar o produto desta conexão em inovação e diferencial. 🎯 Ser um agente de transformação, motivação e realização! Convido vcs a nos seguirem, vocês vão gostar! Para nos acompanhar ou ter acesso através de outros meios de acesso, basta selecionar as opções abaixo para acessa o Avis Ara  em seguida clicar seguir ou Curtir👍 👉 FB - facebook.com/BlogAvisAra/ 👉 Telegram - t.me/AvisAra 👉 Blogger - avisara.blogspot.com.br 👉 Wordpress - avisara.wordpress.com/ 👉 Pinterest - pin.it/tev5wem Divulguem junto à sua rede de relacionamento e compartilhe em suas redes sociais! Caso tenha interesse de uma degustação do conteúdo, seguem as 10 publicações mais populares em 2016.
 ✍️️ IPhone envia seu histórico de chamadas para Apple ✍️️ Ética e Segurança não são negociáveis. ✍️️ Desista do que não vale a pena. Insista no que compensa ✍️️ UBER te segue, além do seu destino. ✍️️ Usa WhatsApp, Telegram ou outros App de mensagem? Então você precisa saber disso! ✍️️ Internet via satélite - Uma necessidade real ✍️️ Sequestro de dados se espalha no Facebook Messenger ✍️️ A solução para o Brasil é a intolerância ✍️️ Guerra cibernética - Como vc pode ser usado! ✍️️ Efeito Trump - Alinhamento do Google
 Até breve! Igmar Dornelas Falcone de Melo
Link | Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s