h1, h2, h3, h4, h5, h6 { font-weight: bold; } h1 { font-size: 1.25em; line-height: 1.4em; } h2 { font-size: 1.125em; } h3 { font-size: 1.05em; } h4, h5, h6 { font-size: 1em; margin: 1em 0; } h1.title { text-align: start; -webkit-hyphens: manual; margin-bottom: 1em; } .title { display: none; } :nth-child(1 of .page) .title { display: block; } .page { text-align: start; word-wrap: break-word; } .page.rtl { direction: rtl; } a { color: rgb(65, 110, 210); text-decoration: none; } #article { text-rendering: optimizeLegibility; } #article * { /* Scale down anything larger than our view. Max-width maintains aspect ratios on images. */ max-width: 100%; } #article img { /* By default, images are centered on their own line. */ margin: 0.5em auto; display: block; height: auto; } #article img.reader-image-tiny { display: inline; margin: 0; } #article .leading-image, figure, .auxiliary { margin-bottom: .25em; } #article .leading-image img { margin: auto; display: block; clear: both; } #article .leading-image .credit { margin: 0; text-align: right; } #article .leading-image .caption, #article .leading-image .credit, #article figcaption, #article .auxiliary figcaption { font-size: 0.75em; line-height: 1.5em; margin-top: 1em; width: 100%; } #article .leading-image .credit + .caption { margin-top: 0.1em; } #article .auxiliary { display: block; clear: both; font-size: 0.75em; line-height: 1.4em; text-align: start; } #article .auxiliary > * { -webkit-margin-start: 0; } #article .auxiliary img, #article .auxiliary > *:first-child { margin: 0; } /* If the element immediately after an image is inline, it might bump up against the image. */ #article .auxiliary img + * { display: block; } #article .auxiliary figcaption { font-size: 100%; } #article .auxiliary * { margin-top: 0.5em; margin-bottom: 0.5em; } #article .float.left { float: left; margin-right: 20px; } #article .float.right { float: right; margin-left: 20px; } #article .clear { clear: both; } #article ul.list-style-type-none, #article ol.list-style-type-none, #article .list-style-type-none > li { list-style-type: none; -webkit-padding-start: 0; } #article .page div.scrollable { overflow-x: scroll; word-wrap: normal; } #article .page div.scrollable table { max-width: none; } #article .large-element { max-width: 100%; height: auto; } #article .leading-image, #article figure, #article .auxiliary { font-family: -apple-system-font; } body #article .leading-image, body #article figure, body #article .auxiliary { color: rgba(0, 0, 0, 0.65); } figure { margin: 0; } hr { background: rgba(0, 0, 0, 0.2); height: 1px; border: 0; } pre { font-size: 0.93em; line-height: 1.5em; } blockquote { color: rgba(0, 0, 0, 0.65); margin-left: 2px; margin-right: 6px; padding-left: 16px; } blockquote:not(.simple) { border-left: 3px solid rgba(0, 0, 0, 0.1); } /* Collapse excess whitespace. */ .page p > p:empty, .page div > p:empty, .page p > div:empty, .page div > div:empty, .page p + br, .page p > br:only-child, .page div > br:only-child, .page img + br { display: none; } .page table { font-size: 0.9em; text-align: start; word-wrap: break-word; border-collapse: collapse; } .page table td, .page table th { padding: 0.25em 0.5em; border: 1px solid rgb(216, 216, 216); } .page table th { background-color: rgba(0, 0, 0, 0.025); } .page sup, .page sub { line-height: 1; font-size: 0.75em; } .hidden { display: none; } /* Fonts */ body.system { font-family: -apple-system-font; } body.athelas { font-family: Athelas; } body.charter { font-family: Charter; } body.georgia { font-family: Georgia; } body.iowan { font-family: ‘Iowan Old Style’; } body.palatino { font-family: Palatino; } body.seravek { font-family: Seravek; } body.times { font-family: ‘Times New Roman’; } body.yugothic { font-family: ‘YuGothic’; } body.yumincho { font-family: ‘YuMincho’; } body.hiraginokaku { font-family: ‘Hiragino Kaku Gothic ProN’; } body.hiraginomincho { font-family: ‘Hiragino Mincho ProN’; } body.hiraginomaru { font-family: ‘Hiragino Maru Gothic ProN’; } body.heitisc { font-family: ‘Heiti SC’; } body.songtisc { font-family: ‘Songti SC’; } body.kaitisc { font-family: ‘Kaiti SC’; } body.yuantisc { font-family: ‘Yuanti SC’; } body.heititc { font-family: ‘Heiti TC’; } body.songtitc { font-family: ‘Songti TC’; } body.kaititc { font-family: ‘Kaiti TC’; } body.applesdgothicneo { font-family: ‘Apple SD Gothic Neo’; } body.nanumgothic { font-family: ‘NanumGothic’; } body.nanummyeongjo { font-family: ‘NanumMyeongjo’; } body.khmer { font-family: ‘Khmer MN’; } body.khmersangnam { font-family: ‘Khmer Sangnam MN’; } body.lao { font-family: ‘Lao MN’; } body.laosangnam { font-family: ‘LaoSangnam MN’; } body.thonburi { font-family: ‘Thonburi’; } body.kailasa { font-family: ‘Kailasa’; } body.geezapro { font-family: ‘Geeza Pro’; } body.kefa { font-family: ‘Kefa’ } body.arialhebrew { font-family: ‘Arial Hebrew’ } body.mshtakan { font-family: ‘Mshtakan’ } body.plantagenetcherokee { font-family: ‘Plantagenet Cherokee’ } body.euphemiaucas { font-family: ‘Euphemia UCAS’ } body.bangla { font-family: ‘Bangla Sangam MN’ } body.gujarati { font-family: ‘Gujarati Sangam MN’ } body.gurmukhi { font-family: ‘Gurmukhi MN’ } body.devanagari { font-family: ‘Devanagari Sangam MN’ } body.kannada { font-family: ‘Kannada Sangam MN’ } body.malayalam { font-family: ‘Malayalam Sangam MN’ } body.oriya { font-family: ‘Oriya Sangam MN’ } body.sinhala { font-family: ‘Sinhala Sangam MN’ } body.inaimathi { font-family: ‘InaiMathi’ } body.tamil { font-family: ‘Tamil Sangam MN’ } body.telugu { font-family: ‘Telugu Sangam MN’ } @media print { body { margin: 2mm 9mm; line-height: 1.5em; font-family: -apple-system-font; } .original-url { display: none; } a { text-decoration: underline; } } Avis Ara: Cloud, IoT e Big Data – Felizes para sempre.

 
Estou republicando hoje o Post mais acessado no ano para marcar a virada de ano!

Cloud, IoT e Big Data – Felizes para sempre.

O ano de 2015  será lembrado como o ano do casal Cloud e IoT,  porque  tudo que se fala os dois estão no meio.

De forma lúdica apresento avaliação do  cenário dentro do   contexto de Cloud, Internet das Coisas  (IoT) e Big Data.

Mas,  se você é leigo no assunto, veja primeiro o que é cada um dos personagens desta trama clicando aqui.


Cloud,  IoT  e Big Data – Felizes para sempre.

Será o início de uma era do “felizes para sempre”?

Sem dúvida será uma relação duradoura, mas como todos os casais, Cloud e IoT enfrentarão altos e baixos, “DRs” existirão, o passado dos dois será questionado, culpas serão lançadas entres os dois.  Será uma relação conturbada como qualquer outras, mas resistirá.

Haverá momentos tensos e rupturas que poderão colocar em jogo a existência dos dois.

Imagino nas crises e “DRs” do casal, de um lado cobranças da IoT que Cloud não responde rápido ou não têm a capacidade de absorver e entender sua demandas, por outro lado IoT será acusada de gerar muitos dados desnecessários, de ser vulnerável  e inconstante.

Mas Cloud não poderá  reclamar porque ja sabia das exigências e necessidades de IoT. 

Já sabia que IoT e suas bilhões de coisas onipresentes, encheriam todos os seus espaços. 

Já sabia que seria  necessário se expandir e  estar sempre pronto para novas e rápidas expansões. 

Tudo isso  para atender  a insaciável IoT.

Como todas as  almas gêmeas, o casal  se unirá para superar as dificuldades. 

Regras e padrões de convivências serão estabelecidos. Tanto Cloud como IoT conscientizarão   em abrir mão de sonhos e desejos próprios, espaços serão cedidos para conciliar os interesses e convivência harmônica. 

O amadurecimento da relação de Cloud e IoT, permitirá a evolução para um novo patamar de convivência e possibilidades. 

Mas esta convivência enfrentará novas dificuldades. Big Data, fruto da relação de IoT e Cloud irá consumir mais recursos de Cloud e exigirá ainda mais a onipresença e consumindo de tudo produzido por IoT. Ainda engatinhando e sem saber o que será no futuro, Big Data estará diante de volume cada vez mais abundante e assustador de dados produzido por IoT, sem ter capacitação por si só para produzir  qualquer coisa. 

Na adolescência, Big Data questiona sua própria razão, precisa ter propósito, entende que por si só não vê sentido a sua existência, é preciso fazer sentido. 


Nestas condições Big Data não teria  futuro, mesmo com todo o suporte de Cloud e IoT. 


A partir do seu amadurecimento, envolvimento e influências de  outros do seu reino encantado de TI (Hadoop, Analytics, e  etc), Big Data passa a ser referência no reino por produzir conhecimento e inteligência, passa  a ser “O Cara“, capaz de influenciar no que é relevante, de compreender o mundo e tudo dentro dele, capaz de  fazer sentido a  tudo que não tinha sentido, não haverão perguntas sem respostas, não haverá espaço para meias verdades, a verdade será completa.

Em fim, Cloud, IoT e Big Data viverão felizes para sempre!

Será ?

Qual sua opinião sobre o assunto ?

Aprecio por você está lendo meus posts. Espero que este tenha  sido útil para você. Gostaria de saber sua opinião, comente, curta e repasse, em fim,  dê oportunidade a outros terem acesso à  estas informações, que podem vir a ser úteis para elas.

Obrigado!

Enviado do meu iPhone

from Blogger http://ift.tt/1ZCSUPV
via IFTTT

Anúncios

Sobre avisara

Acredito que vocês gostarão de acompanhar o que divulgo no  Blog e  pagina do Facebook mantido por mim desde 2009. Nossas publicações são dos mais variados assuntos e tem como principais objetivos:     🎯 Compartilhar conhecimento como uma atividade natural e fisiológica.   🎯 Conectar quem tem conhecimento com quem necessita ter e transformar o produto desta conexão em inovação e diferencial. 🎯 Ser um agente de transformação, motivação e realização! Convido vcs a nos seguirem, vocês vão gostar! Para nos acompanhar ou ter acesso através de outros meios de acesso, basta selecionar as opções abaixo para acessa o Avis Ara  em seguida clicar seguir ou Curtir👍 👉 FB - facebook.com/BlogAvisAra/ 👉 Telegram - t.me/AvisAra 👉 Blogger - avisara.blogspot.com.br 👉 Wordpress - avisara.wordpress.com/ 👉 Pinterest - pin.it/tev5wem Divulguem junto à sua rede de relacionamento e compartilhe em suas redes sociais! Caso tenha interesse de uma degustação do conteúdo, seguem as 10 publicações mais populares em 2016.
 ✍️️ IPhone envia seu histórico de chamadas para Apple ✍️️ Ética e Segurança não são negociáveis. ✍️️ Desista do que não vale a pena. Insista no que compensa ✍️️ UBER te segue, além do seu destino. ✍️️ Usa WhatsApp, Telegram ou outros App de mensagem? Então você precisa saber disso! ✍️️ Internet via satélite - Uma necessidade real ✍️️ Sequestro de dados se espalha no Facebook Messenger ✍️️ A solução para o Brasil é a intolerância ✍️️ Guerra cibernética - Como vc pode ser usado! ✍️️ Efeito Trump - Alinhamento do Google
 Até breve! Igmar Dornelas Falcone de Melo
Link | Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s